Adolescente de 15 anos mata a própria avó enforcada em Minas Gerais: “sou um monstro”

 


O próprio suspeito ligou para a Polícia Militar, e avisou que tinha matado a avó.

PM de Minas Gerais (Foto: Matheus Oliveira/Itatiaia)
"Minha justificação é matar ela, mas matar é injustificável eu sou um monstro", foi o que escreveu um adolescente de 15 anos após matar a avó, de 61 anos, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O próprio suspeito ligou para a Polícia Militar, no domingo (29), e avisou que tinha matado a avó e disse que iria se matar.

Quando os policiais chegaram no local, sentiram um forte odor cadavérico e precisaram retirar o portão para entrar na casa. O adolescente disse que tinha matado a avó há 3 ou 4 dias. Ele contou que a enforcou e que mesmo com a familiar morta na casa ele continuou a morar na casa e agir normalmente.

O suspeito disse que faz acompanhamento psicológico e que estava ouvindo vozes na sua cabeça. A casa onde estavam os dois estava completamente desorganizada. A idosa estava caída perto da cama já morta. A vítima tinha deficiência em uma das pernas e fazia uso de um triciclo para se movimentar.

O suspeito foi apreendido e levado para a Delegacia de Polícia Civil junto com a mãe dele. Na casa foram apreendidos um caderno de anotações do adolescente em que ele dizia que era um monstro por ter matado a avó e um telefone celular. A ocorrência foi repassada à Polícia Civil para investigações.

Fonte: O Tempo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem